Introdução

O Rehazenter está estruturado em dois serviços: a reabilitação neurológica e a reabilitação traumato-ortopédica. Cada serviço está supervisionado por médicos especializados em Medicina Física e de Reabilitação.

Cada serviço possui um secretariado que gere as consultas, as marcações de exames e o processo clinico dos nossos utentes. São responsáveis pela redação de todo o tipo de documentos e relatórios médicos necessários para o tratamento dos pacientes.

O Serviço de gestão do paciente trata da admissão dos nossos utentes e das formalidades administrativas necessárias. Entregam a cada paciente um plano de terapias individualizado e informações úteis para a sua estadia. A admissão é feita de maneira ambulatória ou mediante internamento.

Em cada serviço, uma equipa multidisciplinar especializada trabalha em conjunto durante todo o período de estadia do paciente e é constituída por: auxiliares, assistente social, nutricionista, terapeutas ocupacionais, enfermeira higienista, enfermeiros, instrutores de natação, fisioterapeutas, terapeutas especializados em desporto adaptado, terapeutas da fala, ortoptista, psicólogos, psicomotricionistas, engenheiro biomédico e auxiliares de transporte de pacientes.

Os abundantes serviços (administração, logística, etc.) permitem uma excelente organização da estadia e garantem assim uma eficácia e qualidade do tratamento médico e terapêutico.

Consulta médica

Para todas as admissões no Rehazenter é necessário passar previamente numa consulta de um dos nossos médicos especializados em Medicina Física e de Reabilitação.
Na consulta médica serão lhe solicitado os seguintes documentos:

  • Cartão de cidadão ou Passaporte válido,
  • Cartão da Segurança Social,
  • Carta de transmissão do médico que o encaminhou
  • Relatórios médicos, exames médicos, CD, radiografias, análises que se referem ao seu estado de saúde atual e anterior,
  • Lista da sua medicação.

Para facilitar a preparação do seu processo clínico, agradecemos que se dirija ao secretariado médico um quarto de hora antes da consulta marcada.

Admissão

Agradecemos-lhe de respeitar o dia e a hora da sua admissão. Deverá apresentar-se no balcão das admissões (Serviço de gestão dos pacientes) que se encontra no rés-do-chão, no meio do edifício.

No momento da sua admissão, serão lhe solicitado os seguintes documentos:

  • Cartão de cidadão ou Passaporte válido
  • Cartão da Segurança Social
  • Carta de transmissão do médico que o encaminhou
  • Morada e número de telefone de uma pessoa de contato e /ou de confiança

Necessitamos igualmente de:

  • Carta da Segurança Social ou um certificado de substituição, ou se está ligado a uma caixa de saúde estrangeira, um formulário S2
  • Confirmação da sua estadia se estiver afiliado ao RCAM (Régime Commum des Assurances Maladies)

As horas de atendimento do Serviço de gestão do paciente são:

  • Segunda a sexta-feira das 8h00 às 17h00

Saída

Antes de deixar o Rehazenter deve passar no balcão das admissões (Serviço de gestão do paciente) para regular eventuais acertos de cauções ou pagamentos antecipados. Não se esqueça de entregar a sua carta de telefone / TV e o seu cartão de acesso ao vestiário.

Data e hora de saída do internamento

O médico decidirá consigo a data e a hora da saída. Antes de deixar a unidade de internamento, deve sempre avisar um membro da equipa cuidadora.

Atenção: Antes da saída de um indivíduo menor, a presença de um dos pais ou de um tutor legal mediante apresentação de uma peça de identidade é indispensável.

Quiosque

No restaurante, encontrará um quiosque com loja integrada que está aberto das 07h00 às 20h00 e 7 dias sobre 7. Poderá encontrar:

  • Jornais
  • Artigos de higiene
  • Prendas
  • Iguarias
  • Etc.

Restaurante/Cafeteria

O nosso restaurante – cafeteria encontra-se aberto a pessoas externas ao Centro. Apresenta um ambiente agradável onde poderá conviver com os seus amigos e pessoas próximas. O restaurante-cafeteria propõe lhe uma carta de menus abundante e variada.

As horas de abertura do restaurante – cafetaria é das 07h00 às 20h00 e 7 dias sobre 7.

Multibanco

No rés-do-chão tem à sua disposição uma caixa de multibanco que lhe permite levantar dinheiro e carregar o seu cartão mini-cash.

Parque de estacionamento

O Rehazenter tem à disposição dos utentes e das visitas um parque de estacionamento subterrâneo no piso -1. A entrada situa-se do lado oeste, junto à entrada dos fornecedores.

O parque de estacionamento é pago e apresenta as seguintes tarifas:

  • 1,00 € por hora para os visitantes e para os utentes que não optaram por um cartão de acesso.
  • 1,00 € por hora até 3,00 € por dia para os utentes que aderiram a um cartão de acesso.

O cartão de acesso apresenta uma caução de 20,00 € e encontra se disponível no rés-do-chão junto ao balcão das admissões (Serviço de gestão dos pacientes). Este cartão de acesso é pré-pago e para a sua utilização é necessário um carregamento monetário prévio.

No final do tratamento deve-se dirigir ao balcão das admissões (Serviço de gestão dos pacientes) para obter o acerto das contas.

Para poderem sair do estacionamento, os pacientes que não optaram por um cartão de acesso bem como os visitantes, devem validar o seu bilhete junto aos caixas de pagamento. Uma caixa de pagamento encontra se junto à entrada principal e outra no piso -1.

Existe igualmente um estacionamento exterior junto à entrada principal. Este estacionamento é destinado aos estacionamentos de curto prazo, tendo um tarifa de 1,50 € por hora.

Horário das visitas

O horário das visitas é o seguinte:

  • Das 16h00 às 20h00 em dias de semana
  • Das 14h00 às 20h00 aos fins de semana

Correio

Entrada de correio

O correio recebido é distribuído todos os dias. Peça aos seus correspondentes de indicarem o seu apelido, nome e o número do seu quarto. A correspondência deve ser dirigida para a morada seguinte:

Rehazenter Luxembourg
NApelido, nome, numero de quarto
1 rue André Vésale
L-2674 Luxembourg

Correio de saída

Para enviar o seu correio deve entregar a carta já com um selo aos auxiliares ou enfermeiros. Também tem a possibilidade de a meter na caixa do correio situada junto à entrada.

Tarifs

Você tem a possibilidade de alugar um telefone e/ou uma televisão. O pedido é feito no momento da sua admissão junto ao balcão do Serviço de gestão dos pacientes. O sistema de telefone e TV funciona através de um cartão individual sob caução de 10,00 €. Os preços de aluguer são os seguintes:

Telefone

Aluguer por dia (1º mês) : 2,00 €
Comunicação telefónica por unidade(nacional e internacional) : 0,25 €

Televisão

Aluguer por dia (1º mês) : 2,00 €

Um guia de funcionamento da televisão e do telefone será lhe entregue no momento do pedido de aluguer.

As estações de televisão disponíveis são as seguintes :

Canal Estação Canal Estação
1 RTL TELE Lëtzebuerg 24 ARTE
2 2ten RTL 25 TF1
3 ARD 26 France2
4 ZDF 27 France3
5 SÜDWEST 3 RP 28 France24
6 NDR 29 TV 5
7 MDR 30 M6
8 WDR 31 Euro News
9 Bayerisches Fernseh 32 RTL-TVI
10 3 SAT 33 Club RTL
11 KI.KA 34 La1
12 RTL Télévision 35 La 2
13 SUPER RTL 36 La 3
14 VOX 37 RAI 1
15 N-TV 38 RAI 2
16 N24 39 TVE internacional
17 PRO 7 40 RTPI
18 SAT 1 41 BBC World News
19 Kabel 1 42 CNN
20 SPORT1 43 RTPi
21 Phoenix 44 SIC Internacional
22 DW-TV 45 BBC World
23 Eurosport Germany 46 CNBC Europe

O rádio encontra-se integrado no sistema de chamadas e permite a receção de 22 estações de rádio. É um serviço gratuito para todos os nossos utentes.

As estações de rádio são as seguintes:

Canal Estação
1 RTL
2 Komma
3 DNR
4 ARA
5 ELDORADIO
6 RTL.LU
7 SWR 3
8 Kultur
9 SWR2 RP
10 Always
11 SWR1 RP
12 100.1
13 Die
14 Brisa
15 Salue
16 RPR1
17 DLF

O Rehazenter declina toda a responsabilidade em caso de perda ou roubo de objetos de valor ou de dinheiro.

Aconselhamos que limite as quantias de dinheiro a um mínimo restrito. Em todos os quartos disponibilizamos gratuitamente um cofre. Para obter mais informações sobre o modo de utilização do cofre, dirija-se ao pessoal auxiliar da sua Unidade de Cuidados de Saúde.

Se o seu cofre ficar bloqueado, informe o auxiliar da sua Unidade de Cuidados de Saúde que contactará o serviço de reparações

Todos os quartos dispõem de forma gratuita um frigorífico para cada paciente.

Pode encontrar distribuidores de bebidas no rés-do-chão e no piso -1. Eles propõem um vasto leque de bebidas, indicando o preço por baixo das mesmas. Todos os pisos têm distribuidores de água onde se pode servir gratuitamente. Se estiver internado(a), pode pedir uma garrafa de água sem gás (1,5L a 0,50 €) a um dos auxiliares.

Formulário de satisfação

Estamos sempre à procura de melhorar o funcionamento do nosso hospital. Por essa razão e quando tiver alta ou durante o seu periodo de internamento, agradecemos de nos transmitir as suas observações, críticas e sugestões através de um formulário que poderá colocar numa das caixas para esse efeito. Poderá encontrar as caixas junto à recepção, nas unidades de hospitalização 1 e 3, no Serviço de gestão do paciente ou no Serviço de planificação.

Doações

Se quiser apoiar as atividades desenvolvidas no Rehazenter, pode fazer uma doação para a seguinte conta bancária:

DEXIA-BIL : IBAN LU37 0022 1733 8545 7200

As doações em dinheiro são fiscalmente dedutíveis como despesas sociais segundo o artigo 109 da lei do 4 de Dezembro de 1967 sobre o imposto do salário.

Direitos e deveres

(Excerto da lei de 28 de Agosto de 1998 sobre os estabelecimentos hospitalares)

Art. 36º
O paciente tem o direito de aceder ao seu processo clínico, por si próprio ou por intermédio de um médico por si designado, pertencendo ou não ao hospital. O hospital tem de colocar à disposição do paciente ou do médico, sob a forma de cópias, os documentos que obrigatoriamente pertencem ao processo clínico. Estes têm o direito de consultar o processo clinico mesmo no próprio local.

Art. 37º
Cada paciente tem o direito de receber os cuidados preventivos, curativos ou paliativos necessários ao seu estado de saúde, conforme aos dados obtidos pela ciência e pela deontologia.
Em todas as circunstâncias, os cuidados devem ser organizados de forma a garantir a sua continuidade.

Art. 38º
Cada paciente tem direito à preservação da sua vida privada: à confidencialidade, à dignidade e ao respeito das suas convicções religiosas e filosóficas.

Art. 39º
Exceto em caso de urgência, o paciente tem a liberdade de escolher o hospital, bem como o médico entre todos que estão autorizados a exercer.

Art. 40º
Durante a sua admissão no hospital ou num estabelecimento hospitalar, bem como durante a sua estadia hospitalar o paciente tem direito a obter todas a informações sobre o seu estado de saúde, bem como sobre os tratamentos propostos a respeito do seu consentimento esclarecido. Cabe ao médico responsável pelo tratamento informar o paciente. Estas informações podem ser completadas por outros prestadores de cuidados de saúde respeitando as regras deontológicas aplicáveis.

O paciente tem o direito de recusar ou aceitar toda a intervenção diagnóstica ou terapêutica, sem prejuízo das disposições do artigo 7º, alíneas 2 e 3, da lei de 10 de Agosto de 1992, relativa à proteção da juventude. Em todos os casos, ele tem direito a um tratamento com objetivo a aliviar a sua dor e sofrimento.

Art. 41º
Todos os pacientes do mesmo hospital ou estabelecimento hospitalar especializado têm direito à mesma qualidade de cuidados de saúde. Eles têm, conforme o seu estado de saúde, o mesmo direito de acesso a todos os meios e equipamentos terapêuticos ou de diagnóstico dos quais o hospital ou estabelecimento hospitalar dispõe, sem ser prejudicado devido a prioridades de grau de urgência da prestação.

Art. 42º
Dentro de cada hospital ou estabelecimento hospitalar especializado, o regulamento interno provém as medidas necessárias para garantir a segurança dos pacientes e dos visitantes. Regula nomeadamente as horas e modalidades de visita aos pacientes.

Art. 43º
Em caso de situação incurável e terminal, o médico responsável pelo tratamento hospitalar deve aliviar os sofrimentos físicos e morais do paciente, dando-lhe os tratamentos apropriados, evitando toda a distanásia sem esperanças e mantendo sempre que possível a qualidade de vida. O médico deve assistir o moribundo até ao fim e agir de forma a permitir ao paciente de manter a sua dignidade até ao fim. De igual modo, ele oferecerá aos próximos do paciente a assistência adequada para suavizar o seu sofrimento relacionado com esta situação. Na hora da morte, o paciente tem o direito de ser acompanhado em permanência, por pelo menos uma pessoa à sua escolha respeitando a sua dignidade.

Art. 44º
O hospital ou o estabelecimento hospitalar especializado informa de maneira adequada o paciente sobre as disposições do presente capítulo, das modalidades praticadas e dos custos financeiros da sua estadia, incluindo os montantes que vão ser cobrados ao paciente.

Art. 45º
A identidade e a qualificação dos prestadores de cuidados de saúde e dos serviços hospitalares, devem ser reconhecíveis pelos pacientes de forma fácil e instantânea.

Art. 46º
Em cada estabelecimento hospitalar, o diretor responsabiliza-se pela garantia de um mecanismo de controlo de sugestões, reclamações e queixas que lhe sejam encaminhados.

Sem prejuízo da disposição precedente, o diretor do estabelecimento de saúde analisa qualquer queixa emitida por um paciente, fazendo referência a uma falta relativa à presente lei ou, de uma forma mais geral, do funcionamento indevido de um serviço hospitalar.

No exercício da sua tarefa de investigação, o diretor de Saúde ou o funcionário por si delegado para este efeito, tem especial acesso ao processo do queixoso em questão, de acordo com o artigo 36º da presente lei.

O diretor de saúde informa o resultado da sua investigação ao queixoso e ao diretor do estabelecimento. Em caso de um menor, de uma incapacidade jurídica ou mental ou do falecimento do paciente, a queixa pode continuar por um representante legal do paciente ou de um familiar, apresentando um interesse moral ou material.

Informamos-lhe que alguns dos seus dados são tratados por sistemas informáticos. O responsável do tratamento é o Rehazenter. Você tem o direito de aceder aos seus dados e sugerir alterações se forem necessárias. O Rehazenter responsabilizou-se de obter todos os meios à sua disposição para proteger os dados contra todo o tipo de destruição ou acesso não autorizado para garantir o segredo médico e profissional.

Interdição de fumar

Conforme a lei do 11 de Agosto de 2006 relativa à luta contra o tabagismo, é proibido fumar no interior e no recinto do Centro.

Um local de fumadores encontra-se disponível para os pacientes internados no piso +1, no fundo do corredor principal do lado da unidade 3.

Estão previstas zonas de tolerância no exterior do estabelecimento e em frente à entrada principal. Agradecemos que utilize os cinzeiros fixos.