Apresentação

Atualmente, ninguém pode negar a importância da medecina física e de reabilitação, bem como a sua sua complementaridade à medecina curativa na sequência de uma doença ou de um acidente. A convição e a tenacidade do mundo político, do mundo médico e associativo, permitiram a abertura do Centro National de Reeducação Funcional e de Reabilitação em Fevereiro de 2007, em Kirchberg que se quer como um Centro de Excelência no Grão-Ducado do Luxemburgo e da Grande Região.
Este centro está ao serviço de todos os pacientes e das suas famílias e tem como objetivos:

  • a gestão de um estabelecimento hospitalar especializado capaz de prestar cuidados hospitalares e ambulatórios no âmbito do tratamento, reeducação funcional e reabilitação de pessoas acidentadas da vida.
  • de iniciar e de continuar os programas científicos de pesquisa clínica em matéria de reeducação funcional e de reabilitação.
  • de ser um local de ensino em matéria de reeducação.

— A Direção

 

« A reabilitação médica define-se como a aplicação coordenada e combinada de medidas nos domínios médico, social, psicológico, técnico e pedagógico, que podem ajudar o paciente a ocupar de novo o lugar que lhe convém melhor na sociedade ou/e a garantir-lhe a ocupação desse lugar. »
— Organização mundial da saúde

« A medecina de reeducação e de reabilitação representa uma especialidade cuja função visa coordenar e assegurar a aplicação de todas as medidas necessárias para prevenir e reduzir ao mínimo inevitável as consequências funcionais, físicas, psíquicas, sociais e económicas das deficiências ou das incapacidades. Ela abrange a realisação metódica das ações necessárias à realisação destes objetivos, desde o início da patologia, até à reinserção do paciente no seu ambiente normal e na sociedade. »
— Federação europeia de medecina física e de reabilitação